A Causa Oculta das Doenças  .:.  A Mente da Cura  .:. Amor/Ego  

  A Palavra  .:.  A Parábola da Rosa  .:.  Aproveite Cada Momento

 Bom Humor   .:. Compreensão  .:.  Cura,Amor e Fortalecimento  .:.  Deveres do Pai    

  Doença/Saúde  .:. Estória da Águia  .:.  Estresse  .:.  Estupros  .:.   Irritação 

O Dom Supremo .:. O Julgamento  .:. O Sonhador  .:. Paz .:. Pensamento

Saúde Holística  .:. Tensão

 

 

 

 

 

 

 

Quando me expresso livremente, digo o que sinto e o que penso estabelecendo uma boa comunicação entre minhas áreas: material, emocional e mental. Tudo o que não expressamos cria um desgaste e nos deixa tensos, criando problemas, atingindo-nos diretamente com o medo do fracasso que obstrui o impulso de sair para fora e criar o que desejamos. Isso também vale para as amizades pessoais e a vida social em geral.

A auto-expressão e a criatividade são cruciais para a  saúde e não apenas para a saúde física. A criação de uma vida saudável, assim como de um corpo saudável requer da pessoa o domínio sobre a sua vida. Isso inclui ter a capacidade de expressar suas próprias necessidades.

A incapacidade de comunicar seus sentimentos, suas idéias, sua tristeza, sua raiva ou sua alegria é como derramar concreto em volta do coração e da garganta. Esse bloqueio aborta o processo de crescimento e dá inicio a padrões de comportamento destrutivos, que com certeza irão envenenar qualquer relacionamento intimo.

A palavra tem uma grande força de solidificar nossos pensamentos, assim uma palavra bem colocada eleva uma pessoa, é, uma palavra mal colocada pode destruir uma pessoa.

“Palavra”

A glote vocal pode ser comparada à harpa viva em cujas cordas, a alma exprime todos os pensamentos. E sendo o pensamento onda criadora a integrar-se com outras ondas de pensamento com as quais se harmoniza, de modo invariável, reflete o grupo moral a que pertencemos.

Veículo magnético, a palavra, dessa maneira é sempre fator indutivo, na origem de toda realização.

Com ela, propagamos as boas obras, acendemos a esperança, fortalecemos a fé, sustentando a paz, alimentamos o vício ou nutrimos a delinqüência.

Toda vez que ensinamos ou conversamos, nossa boca assemelha-se a um alto falante, em conexão com o emissor da memória, projetando na direção dos outros, não apenas a resultante de nossas leituras ou de nossos conhecimentos, mas também, todo o vivenciamento adquirido. Através de nossos conceitos orais, o pessimismo é porta aberta ao desânimo, o sarcasmo é corredor para a invasão do descrédito, a cólera é gatilho à violência, o azedume é clima da enfermidade e a irritação é fermento à loucura.

A palavra vibra no alicerce de todos os males e de todos os bens do mundo.

O verbo é plasma da inteligência, fio da inspiração, óleo do trabalho e base da estrutura.

 

Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um certo homem plantou uma rosa e passou a regá-la constantemente. Certo dia ele a examinou e viu o botão que em breve desabrocharia, mas notou espinhos sobre o talo e pensou:  - Como pode uma bela flor vir de uma planta rodeada de espinhos tão afiados?

        Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a rosa e, antes que estivesse pronta para desabrochar, ela morreu.

Assim acontece com muitas pessoas........

Dentro de cada alma há uma rosa.

As qualidades dadas por Deus e plantadas em nós crescem em meio aos espinhos de nossas faltas.

Muitos de nós olhamos para nós mesmos e vemos apenas os espinhos, os defeitos.

Nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir de nosso interior.

Nós nos recusamos a regar o bem dentro de nós e, consequentemente, isso morre.

Nunca percebemos o nosso potencial.

Algumas pessoas não vêem a rosa dentro delas mesmas, alguém mais deve mostrar a elas.

Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar é ser capaz de passar pelos espinhos e encontrar a rosa dentro de outras pessoas.

Esta é a característica do Amor:

Olhar uma pessoa e conhecer suas verdadeiras faltas.

Aceitar esta pessoa em sua vida, e reconhecer a beleza em sua alma e ajudar a perceber que ela pode superar suas aparentes imperfeições.

Vamos mostrar a essas pessoas a Rosa, para que superem seus próprios espinhos.

 Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A cura transcende em muito os limites do corpo físico. Ela ocorre sempre que apelamos a nossos próprios recursos interiores em lugar de buscar uma intervenção externa. É o vínculo interno com parte de nós mesmos que já está curada, um reeducar nossa mente para aceitar o fluir e as condições em constante mudança da vida. Munidos de intenção e prática, podemos aprender a exercer o controle de nossa mente. Com esse controle, advém a qualidade mais profunda da cura, que é a vitoria sobre o sofrimento.

À medida que aprendemos a aceitar todos os aspectos da vida, despertamos para a plenitude de nós mesmos. A doença e o sofrimento têm sua origem numa mente não íntegra, repleta de confusão e de desespero. Ser “curado” significa devolver a pessoa a um estado em que a mente desfruta da paz.

Temos que ter nossa atenção redobrada, porque sem dúvida, o corpo está relacionado com a mente, mas isso não significa que eles sejam a mesma coisa, que estejam mesclados em alguma substância indistinguível. É verdade que os corpos têm uma forma de se manifestar como se fossem separados; eles estão sujeitos a avarias como se fossem máquinas. Se deixamos de reconhecer esse fato, corremos o risco de negligenciar uma série de terapias valiosas e de reinventar abordagens “medicas”, como a magia simpática, na qual me proponho a tratar o se braço quebrado colocando o gesso no meu braço. Terapias assim sofrem de uma falha trágica: não funcionam.

Assim, no nosso entusiasmo pelo papel da mente na cura, devemos estar atentos para não abandonar as terapias de âmbito físico que sejam corretas e benéficas, sempre lembrando que o mundo, incluindo o corpo, pode manifestar-se nas formas físicas mais variadas e que, sendo este o caso de somatizações, as terapias físicas podem ser adequadas.

Podemos concluir que se tivermos atenção total, tanto no campo da ação social como ao da ação pessoal, pode ser vista como o fator vital ou substrato da cura. Pode ser considerada, na verdade, um sinônimo da cura. A doença e o sofrimento nascem de uma mente fragmentada pela paixão, pelo ódio e pela confusão. Ser curado significa ter sido restituído à natureza original, em que mente, corpo e mundo são uma coisa só.

 Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

Por trás de uma doença ou acidente sempre existe um pensamento ou crença negativa.. Todos nós criamos uma realidade em nosso mundo mental, que se materializa em nosso corpo ou realidade concreta
Se você acha que a causa de seus problemas está na crise econômica, na frente fria, no trânsito, na violência, no chefe, na marido ou na esposa... saiba que você pode estar enganado. A principal causa dos nossos maiores problemas e infortúnios está dentro de nós mesmos: nos nossos pensamentos e crenças. Essa é a opinião de Louise Hay, que é uma das maiores pensadoras americanas da Nova Era e autora do livro "VOCÊ PODE CURAR SUA VIDA" . Só no Brasil esse livro vendeu mais de um milhão de exemplares e ajudou a modificar a consciência de muita gente. Pessoas que, conduzidas por padrões mentais negativos, deixaram-se levar pelas doenças e sentimentos nocivos.

Louise Hay aponta a crítica, o ressentimento e principalmente a falta de amor próprio como os grandes causadores de enfermidades e toda a sorte de problemas em nossa vida. Criamos as doenças em nossa cabeça e o corpo funciona apenas como um reflexo dos pensamentos, crenças e sentimentos, ou seja, por trás de uma doença existe sempre uma crença incorreta: "não sou bom o bastante", "não vou conseguir", "sou culpado e portanto não mereço ser feliz", "nada prá mim dá certo", "todos me perseguem" e por ai vai, a lista é interminável.

Se você não acredita na teoria de Louise Hay, saiba que ela se curou de um câncer fazendo afirmações positivas, tratamentos alternativos e mudando sua forma de encarar a vida.

A seguir você vai ficar conhecendo o significado das principais partes do nosso corpo e identificar os padrões mentais causadores de doenças. Mas isso não dispensa de forma nenhuma o tratamento médico convencional. O ideal seria escolher um médico de sua confiança e, paralelamente ao tratamento, fazer uma análise profunda da forma como você vê e se comporta diante da vida. Ao resgatar sua auto-estima e adotar pensamentos positivos e otimistas, você estará criando condições para que seu organismo reaja de forma mais rápida e favorável ao tratamento. Além de ajudar na recuperação mais rápida, você estará prevenindo o aparecimento de doenças futuras e construindo uma vida mais alegre e próspera.


CADA DOR TEM UMA HISTÓRIA...

Na lista a seguir você confere o significado de cada enfermidade. Veja se o significado vale para você. Se não, sente-se em silêncio, concentre-se e pergunte a si mesmo: "Quais seriam os pensamentos que criaram isso em mim?". Alguns significados até que são fáceis de serem detectados, outros estão em níveis tão profundos de nossa psique que se torna necessária uma ajuda externa. Uma vez identificadas as crenças incorretas começa mais uma etapa: a superação das carências e medos, fortalecimento do eu e a busca de uma uma nova filosofia de vida, mais positiva, alegre e confiante.

Acidentes- Incapacidade de defender-se. Rebelião contra a autoridade. Crença na violência.

Aids- Negando a si mesmo. Culpa sexual. Não se achar bom o bastante.

Alcoolismo- Sentimento de4 futilidade, inadequação, culpa, auto-rejeição.

Alergias- Negação do próprio poder. Está defendendo-se de quê?

Ansiedade- Sem confiança no fluxo e no processo da vida.

Arteriosclerose
- Resistência, tensão. Estreiteza mental. Recusa em ver o bem.

Articulações- Representam as mudanças de direção na vida e a facilidade desses movimentos.

Artrite- Sentindo-se sem amor, crítica e ressentimento.

Asma- Amor sufocante. Incapacidade de respirar por si, sentindo-se contido. Choro reprimido.

Bursite- Raiva reprimida, vontade de agredir alguém.

Câncer- Mágoa profunda, ressentimento antigo, grande segredo ou pesar comendo o eu. Carragando ódios.

Celulite- Preso a sofrimentos da primeira infância. Agarrando-se aos trancos e barrancos do passado.Dificuldade em avançar. Medo de escolher a própria direção.

Colesterol- Obstruindo os canais da alegria. Medo da aceitar a alegria.

Desvios de Coluna-Incapacidade de fluir com o apoio da vida. Não se auto-sustenta.

Infarto- Espremendo toda a alegria do coração em favor do dinheiro, posição, etc.
 
Derrame- Desistir. Prefere morrer a mudar. Resistência. Rejeita a vida.

Diabetes- Tristeza profunda. Amargura. Grande necessidade de controlar.

 
Enxaqueca- Medos sexuais, resistência ao fluxo da vida ou desagrado por ser impelido por alguém.

Gastrite- Incerteza prolongada. Sensação de condenação.

Garganta- Criatividade sufocada, raiva engolida, incapacidade de expressão.

Gordura- Proteção e supersensibilidade

Gripe- Abalo forte no sistema imunológico causado por choque emocional.

Insônia- Medo, não confia no processo da vida, Culpa.

Labirintite- Medo, medo de não estar no controle.

Menopausa (problemas)- Medo de não ser mais desejada, não ser boa o bastante.

Menstruação (problemas)- Rejeição da feminilidade e dos órgãos sexuais, culpa
 
Hipertensão- Problemas emocionais duradouros não resolvidos.

Prisão de ventre- Recusando-se a soltar velhas idéias. Preso no passado.

Reumatismo- Sentindo-se vítima, ressentido, amargura crônica, falta de amor.

Anemia- Falta de alegria, não é bom o bastante, hesitante, com medo da vida.

Sinusite- Irritação com alguém bem próximo.
Ùlceras- algo o consome por dentro, medo de não ser bom o bastante.

Varizes- Parado numa situação que odeia, sentindo-se sobrecarregado e com excesso de trabalho, desencorajado.

 Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   Tudo é amor... tudo é amor. Com amor vem à compreensão e, com ela, a paciência.E então o tempo pára. E tudo é agora.

   Compreendi imediatamente a verdade desses pensamentos. A realidade é o presente. Remoer o passado ou o futuro pode causar dor e doença. A paciência faz parar o tempo. O amor de Deus é tudo.

   E percebi também o poder curativo desses pensamentos .Comecei a compreender:

  O amor é a resposta suprema não é uma abstração, e sim energia verdadeira, ou uma gama de energias que você pode criar e manter em seu ser. Simplesmente aja com amor. Você começará a tocar Deus dentro de si mesmo. Sinta-se amoroso. Dê expressão ao seu amor.

  O amor dissolve o medo. Não se pode ter medo quando se sente amor. Uma vez que tudo é energia e o amor abrange todas as energias, tudo é amor. Este é um forte indício da natureza de Deus.

  A pessoa que tem amor é isenta de medos, é capaz de perdoar. É capaz de perdoar aos outros e si mesma. Passa a se ver na perspectiva correta. Culpa ou rancor são reflexos do mesmo medo. O sentimento de culpa é um rancor mais sutil dirigido para dentro. O perdão dissolve a culpa e o rancor que são emoções desnecessárias e danosas. Perdoe. Perdoar é ato de amor.

  O orgulho pode ser um empecilho para o perdão. O orgulho é umas das manifestações do ego. O ego é uma personalidade transitória e falsa. Você não é seu corpo. Não é seu intelecto. Não é o seu ego. É maior que tudo isso. Você precisa do ego para sobreviver no mundo tridimensional, mas precisa somente daquela parte do ego que processa informações. O resto: orgulho, arrogância, defensividade, medo – é mais do que inútil. O resto do ego nos separa da sabedoria, da alegria e de Deus. Você deve transcender o seu ego e descobrir seu verdadeiro ser. O verdadeiro ser é a parte permanente, a parte mais profunda.de você. É sábia, amorosa, segura e cheia de alegria.

  O intelecto é importante no mundo tridimensional, mas a intuição é muito importante.

   Você troca a realidade por ilusão. A realidade é o recolhimento de sua imortalidade, divindade, e eternidade. A ilusão é o seu mundo tridimensional e transitório. Essa troca lhe é prejudicial. Você deseja a ilusão da segurança em lugar da segurança da sabedoria e do amor. Deseja ser aceito quando na realidade jamais pode ser rejeitado. O ego cria ilusão e encobre a verdade. É preciso dissolver o ego para poder ver a verdade.

  Com o amor e compreensão vem a perspectiva da paciência infinita. Porque a sua pressa? Afinal, o tempo não existe, apenas parece existir. Quando você não se apercebe do presente, quando está absorvido no passado ou preocupado, traz para si mesmo grande dor e sofrimento. O tempo também é uma ilusão. Mesmo no mundo tridimensional, o futuro é apenas um sistema de probabilidades. Porque preocupar-se tanto?

  A terapia do ser é possível. A compreensão é terapia. O amor é a suprema terapia. Terapeutas, professores, gurus –todos eles podem ajudar, mas só por tempo limitado. A direção é para dentro do ser, e mais cedo ou mais tarde o caminho interior tem de ser trilhado em solidão, muito embora na realidade nunca estejamos sós.

 Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Temos que nos fazer uma pergunta: Qual foi a última vez que dei uma boa risada?  Não conseguir se lembrar, ou ter que ficar refletindo é sinal de que pode estar faltando um elemento fundamental – o Bom Humor.

São tantos os problemas que enfrentamos: pessoais, sociais, planetários, que acabamos deixando de lado as coisas mais simples, como o sorrir. As más noticias chegam rapidamente, o pessimismo contagia e parece que o universo conspira para nos deixar tristes e deprimidos. E importante nos esforçarmos para encarar a vida, de uma maneira mais leve e otimista. Podemos começar colocando mais bom humor em nosso cotidiano, aprendendo a rir das coisas e até de si mesmo. Não e tão simples como parece mas com certeza vale a pena tentar, a comunicação, os relacionamentos e até a saúde irão melhorar.

Na definição no dicionário de humor, significa a capacidade de perceber apreciar ou expressar o que é cômico ou divertido. Mas a palavra também batiza os “humores”, como substâncias liquidas ou semilíquidas produzidas pelo organismo.

Ser humorado é, ter fluido flexível. Uma pessoa bem humorada deixa fluir e circular sua energia vital, se torna descontraída, solta e comunicativa.

O bom humor seduz e conquista, enquanto o mau humor bloqueia e gera antipatia. Pessoas ansiosas, deprimidas, melancólicas tendem a ter pensamentos negativos e se tornam mais suscetíveis e gastrites, úlceras, tumores e câncer. Uma simples risada desencadeia a produção de endorfinas, substâncias que provocam a sensação de bem – estar, estimulando o sistema imunológico do ser humano, aumentando a defesa do corpo contra vírus e bactérias. Uma boa gargalhada, é um ótimo exercício para o nosso corpo que aumenta a oxigenação dos pulmões, estimulando os batimentos cardíacos e o sistema muscular. Verificamos que o ditado polupar “rir e o melhor remédio”, está cheio de sabedoria, assim como o que diz: “Aquele que ri vive mais”.

O pai da medicina na antiga Grécia, Hipócrates relacionava diretamente os estados de espíritos do ser humano aos “humores”. Temos como exemplo a  afirmação que “rir desopila o fígado”, pois o fígado está ligado diretamente a pessoa ser mais amarga ou mais doce, e não conter raiva.

Podemos afirmar que o humor e importantíssimo em nossas vidas, para melhorá-lo seguem algumas afirmações que repetidas constantemente, com certeza aumentarão sua auto-estima e consequentemente o Bom – Humor: 

MEREÇO COISAS BOAS  -  MEREÇO SANTIR-ME BEM  -  MINHA APARÊNCIA É ÓTIMA  -  TENHO TUDO O QUE PRECISO  -  TENHO HABILIDADES  -  PERMITO-ME COMETER ERROS   -  SEMPRE FAÇO O MELHOR QUE POSSO    -  EU AMO O MEU PRÓXIMO - EU SOU PLENO  -  EU ME AMO.

 Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Um amigo meu abriu a gaveta da cômoda da sua esposa e pegou num pequeno pacote embrulhado com papel de seda.

“Isto – disse – não é um simples pacote”.

Tirou o papel que o envolvia e observou a lindo xale de seda e a caixa.

“Ela comprou isto na primeira vez que fomos a Nova York, há uns 8 ou 9 anos.

Nunca o usou. Estava guardando para uma ocasião especial.....

Bem, creio que é esta a ocasião”. 

Aproximou-se da cama e colocou o xale junto com as outras roupas que ia levar para a funerária – a esposa tinha acabado de morrer.

Virando-se em minha direção disse:

 

“Não guarde nada para uma ocasião especial.

Cada dia que se vive é uma ocasião especial ! “

 

Ainda fico pensando como estas palavras já mudaram a minha vida..... 

Agora eu leio mais e limpo menos.....

Sento-me no terraço admiro a vista sem me preocupar com os insetos

Compreendi que a vida deve ser uma fonte de experiências a desfrutar, e não uma forma de sobreviver...

Já não guardo nada. Uso os copos de cristal todos os dias.

Se me der vontade ponho uma roupa nova para ir ao supermercado.

Já não guardo meu melhor perfume para ocasiões especiais, uso-o quando tenho vontade.

As frases “algum dia ...” e “qualquer dia...” estão desaparecendo do meu vocabulário.

 

Se vale a pena ver, escutar ou fazer, QUERO VER, ESCUTAR E FAZER AGORA!

 

VIVA!     DÊ À VIDA O SEU MELHOR!     SEJA FELIZ! 

Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ajude os outros a pensar e realizar seus planos de vida e seus objetivos. A segurança no relacionamento começa nas atitudes amorosas de cada dia.

Acabe com a dependência. Não faça com que a auto-estima, o dinheiro ou a confiança de alguém dependam de você. Não humilhe nem desvalorize ninguém. Promova o amor e a auto-estima. As pessoas não abandonam relacionamentos repletos de amor, a não ser que não saibam o que estão fazendo ou que estejam iludidas.

Nunca tire a alegria do outro. Sempre que sentir um impulso positivo, diga coisas agradáveis, desde que sejam verdadeiras e venham do fundo do coração. Todos nós precisamos dar e receber amor.

A comunicação deve ser livre e aberta, sem crítica nem julgamento, sem nenhuma intenção de prejudicar ou vencer, em busca da verdade que beneficie os dois.

Ponha de lado o ego e o orgulho, que só atrapalham. Ouça com atenção, com desprendimento e flexibilidade. Faça com que o outro se sinta livre para dizer o que quer.

Nunca fale ou aja quando estiver com raiva. As palavras têm um efeito duradouro e muito poder, não é fácil esquecê-las. Nunca fale sob o efeito de álcool ou drogas. Você nunca será capaz de curar completamente as feridas causadas pelas palavras de ódio e de raiva.

Vencer uma discussão pode significar uma derrota, se servir apenas para satisfazer o ego. Fazer aquilo que promove o amor, a compreensão e a cooperação é a verdadeira vitória. A derrota sempre será aquilo que promove pensamentos e emoções negativas: medo, raiva, culpa, vergonha, tristeza, ansiedade, preocupação ou ódio.

E difícil livrar-se da raiva. Nós nos sentimos sempre com razão, sempre certos, como se nossa integridade e honra estivessem em jogo, sendo testadas. Apegar-se a raiva envenena o relacionamento. Continue a amar, mesmo que o outro esteja zangado, magoado ou amedrontado. O amor é permanente, a raiva é transitória. Nunca use a violência.

                                                                                    A Divina Sabedoria dos Mestres

 Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Somos todos criados à imagem de Deus, e Deus está dentro de cada um de nós. Nossa natureza é predominantemente amorosa, pacifica, equilibrada e harmoniosa. Somos inerentemente solidários e capazes de compaixão. Somos almas.

Durante nossas vidas, uma camada de medo, ódio, tristeza, insegurança e muitos outros pensamentos e emoções negativas, começam a desenvolver-se sobre nossa natureza original, acabando por cobri-la. Essa capa externa é intensificada e reforçada pelo que aprendemos em nossa infância e pelas experiências no correr da vida. Parecemos nos tornar o que não somos – pessoas irritadas e amedrontadas, cheias de insegurança, culpa e sentimentos de auto desvalorização. Esquecemos quem realmente somos.

Não precisamos aprender nada sobre o amor e o equilíbrio, sobre paz e compaixão, sobre perdão e fé. Sempre soubemos tudo isso.

Pelo contrário, nossa tarefa é desaprender todas as emoções e posturas negativas que atormentam nossas vidas e que trazem a nós, à nossa comunidade e ao  mundo tanta tristeza. Quando afastamos esses traços negativos, revelamos nossa verdadeira natureza, nosso próprio ser positivo e amoroso que lá estava, encoberto, ocultado, esquecido.

Surge então nosso verdadeiro eu. Somos almas imortais e divinas, a caminho de casa. Debaixo das camadas de poeira, sempre fomos diamantes.

Desapegar-se do medo, da raiva e de outras emoções negativas é importante para a saúde física e o bem – estar espiritual. Hoje em dia, sabe-se que o estresse mental (que inclui emoções negativas como o medo, raiva, ansiedade crônica e depressão) é uma das causas de doenças e da morte. Nossos corpos são intimamente ligados a nossas mentes, e assim nossos estados de espirito facilmente se traduzem em sintomas físicos. O amor pode curar, o estresse pode matar.

O Nem England Journal of Medicine, considerado o melhor periódico médico dos Estados Unidos, publicou em janeiro de 98, um artigo detalhando o dano múltiplo que o estresse crônico pode causar ao sistema orgânico humano.

Esse artigo relata que o estresse mental provoca a liberação de um complexo sistema de hormônios e outras substâncias no corpo. Quando esses hormônios não são rapidamente desativados, quando o estresse persiste e o corpo continua a produzir essas substâncias químicas, muitos órgãos são expostos a conseqüências nocivas. O estresse provoca uma modificação do ritmo cardíaco, da pressão sangüínea, dos níveis de açúcar no sangue, e aumenta a secreção de cortisona, um poderoso hormônio esteróide.

O estresse também altera a secreção de ácido gástrico, de adrenalina e de outras substâncias químicas muito fortes, cuja produção só deveria ser acelerada em períodos limitados e específicos. O pior de tudo, talvez, é que foi comprovado que o estresse de prime o funcionamento de nosso sistema imunológico, prejudicando nossa capacidade de lutar contra infecções e doenças crônicas, tais como o câncer e AIDS.

O artigo conclui que o estresse crônico provoca mudanças fisiológicas prejudiciais, como a resistência à insulina, doenças cardíacas, perda de memória, disfunções no sistema imunológico e osteoporose que enfraquece os ossos, aumentando o risco de fraturas.

Para conquistar sua própria saúde emocional, podemos observar que: “nada tem a ver com encontrar a pessoa certa, mas com ser a pessoa certa”.

Afastar pensamentos e emoções negativas e descobrir a paz interior, alegria e felicidade – esses são os objetivos. Você vai apreciar muito mais a vida. Avançara com mais consciência em seu caminho espiritual. E a sua alma vai se manifestar dentro de um corpo mais saudável e infinitamente mais resistente a doenças.

Você nada tem a perder e tem tudo a ganhar. 

                                                     A Divina Sabedoria dos Mestres

 Informações por E-mail : oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por impositivo da sabedoria divina, no homem a infância demora maior período do que em outro animal qualquer.

Isto, porque o Espírito assume, pouco a pouco, o controle do seu processo evolutivo, mais fácil se fazem as possibilidades para a fixação da aprendizagem e a aquisição dos hábitos que delinearão o seu caráter e sua moral.

Como decorrência, grande tarefa se reserva para o pai, quanto aos valores da educação, deveres que não podem ser retardados sob pena de lamentáveis conseqüências.

O dever do pai em relação ao filho está inscrito na consciência.

Evidentemente as técnicas e a metodologia da educação tornam-se fatores importantíssimos e nobres para o seu êxito. Entretanto o Amor, que tem diminuído nos processos modernos de educação, com lamentáveis resultados, é o único que possui os elementos essências para a feliz conquista da educação, para quem entende que os filhos são um patrimônio superior que a Divindade concede por empréstimo.

No compromisso do AMOR, estão evidentes o COMPANHEIRISMO, o DIÁLOGO FRANCO, a SOLIDARIEDADE, a INDULGÊNCIA e A ENERGIA MORAL de que necessita o filho, no curso do processo da aquisição dos valores éticos, espirituais, intelectuais e sociais.

Ensinar-lhe a humildade perante a grandeza da vida e o respeito a todos, como valorização preciosa das concessões divinas.

O que não lhe concedas por negligência, ele te cobrará depois.........

Não poupes esforços na educação do filho.

O pai assume com aquele que receberá na condição de filho compromissos e deveres que devem ser exercidos, conta está que estará sujeita a consciência Cósmica que rege os fenômenos da vida.

“ SER OU NÃO SER EIS A QUESTÃO! ” 

Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Era uma vez um sábio que passeava na floresta em busca de um local onde pudesse se retirar. Fazia sua caminhada tranqüilamente, quando se deparou com uma águia que estava com uma asa quebrada. Muito penalizado, ele a recolheu e a levou a um vilarejo próximo para ser tratada. Como nesse local não havia lugar para tratar de águias, ele a deixou no galinheiro.

Passado algum tempo, ele retornou a esse local, viu que a águia estava bem, porém notou que seu comportamento era o mesmo das galinhas. Ela ciscava, não ousava mais voar. Ele pegou a águia e a levou até um monte e disse:

 ¨ Agora você já pode voar.

A águia olhou para trás e sentindo que era uma galinha, resolveu voltar para junto de suas galinhas.

Passou mais algum tempo. E o sábio voltou para o local a fim de ver a águia que mais parecia com as galinhas. Pegou-a novamente e a levou para um outro monte ainda mais alto e disse:

¨ Voe, voe, para junto dos seus. Você não é uma galinha, você é uma águia.

A águia até tentou se encher de coragem e ir ao encontro de outras águias. Porém, ao olhar para trás lembrou de suas amigas galinhas e não teve coragem. Achou que elas ficariam tristes e poderiam se sentir traídas, e ela, a águia, era muito grata às galinhas que haviam cuidado dela. Além disso, ela amava as galinhas. Optou por voltar ao galinheiro.

Passado mais algum tempo o sábio voltou. Era sua última visita ao vilarejo. Foi ao galinheiro, pegou a águia e a levou ao local mais alto que encontrou e disse:

¨ Voe, voe alto! Você é uma águia!

A águia pensou: que bom seria, se eu tivesse coragem! Como eu gostaria de ir ao encontro de outras águias! Mas, e as minhas amigas? Não posso deixá-las! Não posso ser ingrata!

O sábio notou sua vontade e insistiu:

¨ Voe! Vá ao encontro das águias! As galinhas que são suas amigas, também amam você e vão continuar te amando! E você, vai continuar sendo amiga delas e também vai amá-las.

¨ Voe, voe alto!

A águia pensou, olhou para trás, viu suas amigas, e ainda vacilante, voltou a olhar para trás. Porém agora, entendeu que podia ser ele mesma; que o amor continuaria, encheu-se de coragem e num último olhar despediu-se do galinheiro, das tão amadas amigas, e voou, voou feliz, com sua decisão de poder ser ela mesma.

 Informações por E-mail :oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Acredito que o denominador comum de todos os métodos de cura seja o amor incondicional – um amor que respeita o caráter singular de cada pessoa e o capacita a assumir a responsabilidade pelo seu próprio bem-estar.

Toda vez que saímos da sintonização com o nosso processo de transformação, entramos num estado de estagnação, retendo o fluxo de energia vital, fenômeno que se manifesta como doença. Assim, classificando nossa condição como doença, freqüentemente deixamos de percebê-la como um processo evolutivo e passamos a considerá-la um inimigo externo que nos ataca. Mas essa atitude restringe ainda mais fluxo energético vital. Assim um dos aspectos do amor do agente de cura é ajudar a pessoa a superar o medo da mudança.

Entretanto, não pode haver disposição para transcender o medo da mudança se não tiver antes uma motivação apropriada para viver.  Ninguém vem a este mundo sem uma função, ou sem os instrumentos para dar cumprimento a ela. Um dos melhores motivos para permanecermos saudáveis é o de expressarmos essa função o mais integralmente possível. Portanto, se não temos clareza quanto ao que seja essa função, nossa motivação para permanecer saudáveis será menor.

Assim, freqüentemente, as pessoas precisam ter sua atenção voltada para os potenciais que ainda não realizaram, seja por causa de um sistema particular de crença, porque elas retêm essa potencialidade, ou apenas por falta de percepção. Em qualquer um dos casos, ao voltar a atenção para esses potenciais, os terapeutas podem ajudar as pessoas a adquirir maior clareza quanto a seus propósitos, fortalecendo nelas o desejo de viver.

A cura só pode ocorrer em razão da existência de algum estado de harmonia conhecido  pelo corpo; uma harmonia tão almejada que o corpo se moverá espontaneamente em sua direção sempre que possível. O desgaste, ocasionado pela resistência, que é causada pelo medo, que é a ausência de amor, causa, por sua vez, desarmonia ou a desagregação da energia e dos relacionamentos. A cura um ato de amor e de atenção, remove o desgaste, permitindo a recuperação do estado harmônico de energia almejado pelo corpo.

O denominador comum de todos os processos de cura não pode ser outro senão o amor puro e simples: o amor do agente de cura por aquele que está sendo curado e o amor de quem recebe a cura pelo estado de harmonia e energia plena. O amor pode ser usado como método de cura, mas será sempre o processo.

A totalidade, ou saúde, é nosso estado natural. A natureza da cura envolve a remoção dos obstáculos a esse estado natural e a condução dos indivíduos a um alinhamento consigo mesmo e com seu mundo. Livres desses obstáculos, a inteligência inata do indivíduo e as suas capacidades auto-reguladoras o guiarão rumo a um estado de bem – estar.

 Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Irritação é um estado no qual você permite que seu sistema nervoso responda à penetração de influências, energias ou impressões desagradáveis ou destrutivas.

Existem muitas causas de doenças, mas há uma que não é suficientemente enfatizada, explicada é trazida a público. Esta fonte de doença está por toda parte, se esconde sob muitas formas e invade nosso sistema com várias desculpas lógicas.

Essa causa é chamada irritação, sendo algumas das suas causas as seguintes:

1º) Agitação do Emocional – pode ser causado de diversas maneiras, como por exemplo assistindo um filme de crime, lendo um livro sobre desastres, crimes ou assuntos que o deixem preocupado, assustado ou deprimido. A agitação do emocional pode ser resultado da raiva intensa de alguém que esteja por perto, ou o resultado de ataques verbais.

2º) Stress de Temperamento – este é o fenômeno no qual você usa a força da sua vontade para atingir seus desejos ou para levar as pessoas a fazerem o que você quer. Se elas não fazem o que você deseja, você perde a calma e produz bastante irritação em seu  sistema.

3º) Ódio, desamor, contínua rejeição de uma pessoa, grupo ou idéia produz irritação. Eles criam agitação em sua natureza astral pela introdução de idéias e sentimentos negativos. O ódio obscurece continuamente sua visão e provoca curto-circuito no seu sistema vital de energia. Desamor e rejeição aumentam o veneno da irritação a tal ponto que a pessoa perde seu magnetismo.

4º) Aqueles que pensam que as pessoas estão sempre tirando vantagem deles, que estão sempre sendo enganados pelas pessoas ou explorados por elas, criam irritação em seu sistema.

5º) Aqueles que sempre querem ver as coisas feitas a sua maneira não podem escapar da irritação quando as coisas são feitas de outra maneira. Tais pessoas não respeitam a liberdade dos outros de agirem de seu próprio modo.

6º) Pensamentos de vingança ou planos de destruição são uma fonte continua de irritação.

7º) Queixar-se é um atrito emocional e mental que cria irritação. Desenvolve várias disfunções e eventualmente são vítimas de sérios problemas de saúde.

8º) Egoísmo, auto-suficiência e auto satisfação – são as doenças mais disseminadas no nosso planeta e são fontes de abundante irritação.

9º) Crítica e bisbilhotice são maneiras muito comuns de produzir irritação em si mesmo e nos outros.

Existem outras causas que geram a irritação, mas o importante e termos a noção do seu mal, e buscar corrigir sua influencias negativas. A irritação emana de nosso corpo físico como ondas de força distorcida, cheiro, odor e transpiração. Cria uma esfera estagnada a nossa volta impedindo que as ondas de luz e sabedoria nos alcancem e sejam registradas por nosso coração e mente. Irritação faz uma pessoa cometer ações erradas e tomar decisões erradas. Irritação é a causa primordial da depressão.

Para nos protegermos da irritação , existem algumas coisas que são de grande ajuda:

 1º) Alegria – é um grande purificador.

2º) Amor – unificador universal, com amor não existe irritação.

3º) Auto – sacrifício – é um constante fluxo de beleza, bondade e verdade.

4º) Desprendimento – é a habilidade de eliminar seu próprio interesse de qualquer relacionamento com os amigos ou inimigos e olhar as coisas como elas são.

5º) Inocuidade – é a capacidade de se relacionar com as pessoas de tal maneira que o progresso delas no caminho não seja impedido por seus atos, palavras, emoções, pensamentos e planos.

6º) Energia Psíquica – se invocada ou aplicada, não só dissipa a irritação como também faz com que todos os dardos venenosos das forças densas sejam rebatidos.

7º) Orar antes de dormir e  de começar qualquer atividade – suas orações os unem, não somente com o mais Alto que habita em seu íntima, mas também com o mais Alto do universo. As orações os protegem de envolvimento com a irritação.

8º) Felicidade – Uma pessoa feliz repele irritação. Seres humanos felizes e ambientes felizes ajudam as pessoas a não caírem nas armadilhas da irritação.

9º) Paciência – é um forte escudo contra a irritação. Quando alguém aprende a ser paciente, corta em noventa por cento as fontes de irritação. A paciência é uma habilidade que nos conduz aos domínios do futuro e do Infinito.

Existem outros fatores que afastam a irritação, mas o importante e percebermos que temos todas as condições de elimina-la, bastando uma mudança de comportamento ou enfoque de situações que se apresentam em nossa vida, com o único objetivo de  sermos mais felizes e sadios.

 Informações por E-mail :oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Posturas erradas, móveis inadequados, vida sedentária e emoções mal elaboradas, a vida moderna condena o homem às lombalgias.

Pesquisadores costumam dizer, aliás, que a tortura da dor nas costas é uma maldição ancestral que só a espécie humana carrega – provavelmente uma punição por ela ter se arrogado o direito de pôr-se de pé, quando todos os demais mamíferos, naquelas eras, eram humildes quadrúpedes. A verdade é que ninguém escapa da temida dor nas costas, que só perde em popularidade para a de cabeça. Os especialistas da área são taxativos, quem não teve ou tem, ainda terá. E de todas as doenças de que se tem noticia, a lombalgia, como e denominada essa infernal dor, é aquela que, com toda certeza, não diminuirá na frenética dança das estatísticas. Ao contrario, sua incidência tende a aumentar, e à medida que aumenta, surgem formas e tipos de tratamento, que vão desde trações na coluna, uso de coletes e massagens, até novos medicamentos contra dor, psicoterapia e, em alguns casos, cirurgia. Dor nas costas já foi privilégio de homens adultos, velhos, trabalhadores braçais e pessoas de esqueleto frágil, hoje tortura todas as camadas de pessoas indiscriminadamente, como: adultos, jovens, homens, mulheres e até crianças.

O surgimento precoce do mal tem como causas o trabalho sedentário e repetitivo decorrente da Revolução Industrial, aliada ao estresse emocional e mental. A grande maioria das dores lombares – cerca de 70% - têm causas emocionais. Ansiedade, medo e depressão podem se acumular nas costas formando as famosas “couraças”. Que são verdadeiras defesas do indivíduo contra ameaças reais ou imaginarias. Pessoas emocionalmente perturbadas retraem a musculatura das costas, prejudicando a circulação sangüínea e o fluxo energético. Isso aumenta a concentração de toxinas no local, desembocando na dor. As tensões emocionais provocam distúrbios como a fibromialgia, que atinge as fáscias, estruturas que compõem os músculos da região cervical, lombar e cintura.

A dor nas costas tem outros fatores importantíssimos, que auxiliam no seu aparecimentos, como: postura, o sentar direito, para levantar e carregar pesos, para dormir, mas sabemos que, se tivermos uma vida emocionalmente equilibrada, cuidando de nossas emoções, mente e físico teremos mais chances de não contrair esta tão temida dor. Cabe a nos direcionar nossa vida e procurar ajuda sempre que sentirmos necessidade, em terapias e exercícios físicos para estarmos cada vez mais integrados com o nosso Eu interior.

 Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Toda doença é o resultado de problemas pisiquicos e emocionais. Podemos pensar no efeito dos vírus. Como a ciência médica demonstra, microorganismos e vírus existem em abundância no corpo de todos os seres humanos. Por que, então, somos alguns mais imunes a esses organismos, enquanto outros são tão vulneráveis?

A energia etérica usada para manter o corpo em equilíbrio diminui consideravelmente quando vibramos de forma não – apropriada. Uma certa quantidade de vibrações etéricas, digamos cem, são necessárias para que se criem células, tecidos e vários órgãos do nosso corpo material. Nossa energia etérica fica debilitada quando nossos desejos e pensamentos são tais que criam em nós vibrações de ansiedade, depressão, teimosia, raiva, ódio e outras emoções do tipo. Portanto podemos ter apenas oitenta ou sessenta unidades das cem que em tese precisamos como vitalidade etérica, para conservarmos o corpo em equilíbrio. Automaticamente, notamos que as partes mais sensíveis do nosso corpo começam a manifestar a falta do suprimento adequado de vitalidade. Quando um indivíduo recebe quantidade suficiente de energia etérica, através da nutrição apropriada, da respiração, e do modo de vida quanto a sua personalidade,  deverá gozar de perfeita saúde.

As doenças, portanto resultam do uso inadequado das energias, da inconsciência do ser em relação à vida e à sua finalidade. Quando a mente elabora conflitos, ressentimentos, ódios que se prolongam, desencadeia as células, que degeneram dando origem a tumores de vários tipos, especialmente cancerígenos, em razão da carga mortífera de energia que as agride. Outras vezes, os anseios insatisfeitos dos sentimentos convergem como forças destruidoras para chamar a atenção nas pessoas, que resultam na desarmonia das células gerando focos infecciosos, que resistem a toda a terapêutica. Vinganças disfarçadas voltam-se contra o organismo físico e mental daquele as retém, criando úlceras e desequilíbrios emocionais, que empurram o ser para estados dolorosos, embora sinta a necessidade de encontrar o equilíbrio. Angústias cultivadas aparecem como distúrbios nervosos, enxaquecas, desfalecimentos. O ódio, a inveja, a ansiedade podem resultar em indigestões, dispepsias e hepatites. O desanimo pessoal, os complexos de inferioridade, as mágoas são fontes de constantes atritos com o organismo, resultando em canceres de mama (femininos), da próstata, taquicardias, disfunções coronárias, enfartes ....

O homem é o que acalenta no intimo. Sua vida mental expressa-se na organização emocional e física, dando surgimento aos estados de equilíbrio como aos de desarmonia pelos quais se movimenta. Ajustando-se à saúde e à harmonia: o pensamento, a mente, o corpo, a matéria e as emoções receberão cargas vibratórias refazedoras.

A verdadeira saúde não se restringe apenas à harmonia e ao funcionamento dos órgãos, possuindo maior extensão, que abrange a serenidade íntima, o equilíbrio emocional e as aspirações estéticas, artísticas, culturais, religiosas. E o melhor caminho para alcançarmos o nosso equilíbrio e pelo AUTODESCOBRIMENTO. O despertar do Si enseja a compreensão da necessidade de transmutar as energias, encaminhando-as de forma plena como recurso para o gozo da saúde. 

Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Todos os seres passam por "estupros" sendo necessário andar sempre com os olhos abertos porque não são fáceis de identifica-los. O "estupro" pode acontecer no nosso físico ou na nossa mente.

Precisamos aprender a arte da guerra, ou seja lutar pelas nossas idéias e ideais com seriedade, honestidade e amor. No nosso estágio de evolução um Eremita tem três responsabilidades ao qual deve manter-se fiel: o parceiro (a), os filhos e o trabalho.

Ainda estamos num estágio onde nossas famílias representam o bem para nos manter afastados do mal. Ainda não conseguimos andar sozinhos, ser um andrógeno. Somos como um brilhante, nossas facetas precisam ser lapidadas para que um dia nos tornemos um lindo diamante.

Cada membro da nossa família ajuda nesta lapidação fora os ensinamentos que passam sobre suas próprias personalidades. Não é difícil entender as pessoas. O difícil é lapida-las e aceita-las. Sempre tem os que não aceitam ser lapidados. Não devemos força-los.

Estas trocas de energia duram anos. Todos nós somos feitos de paradoxos. Vencendo os "estupros" eliminamos paradoxos. Os mesmos tipos de "estupros" se repetem várias vezes.

Quando as obrigações deixam de ser sacrifícios, sabemos que vencemos.

 Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Havia numa aldeia um velho muito pobre, mas até reis o invejavam, pois ele tinha um lindo cavalo branco... Reis ofereciam quantias fabulosas pelo cavalo, mas o homem dizia: 

"Este cavalo não é um cavalo para mim, é uma pessoa. E como se pode vender uma pessoa, um amigo?"


O homem era pobre, mas jamais vendeu o cavalo. Numa manhã, descobriu que o cavalo não estava na cocheira. A aldeia inteira se reuniu e disseram: 

" Seu velho estúpido! Sabíamos que um dia o cavalo seria roubado. Teria sido melhor vendê-lo. Que desgraça!"


O velho disse: 

— "Não cheguem a tanto. Simplesmente digam que o cavalo não está na cocheira. Este é o fato, o resto é julgamento. Se se trata de uma desgraça ou de uma benção, não sei, porque este é apenas um julgamento. Quem pode saber o que vai se seguir?"


As pessoas riram do velho. Elas sempre souberam que ele era um pouco louco. Mas, quinze dias depois, de repente, numa noite, o cavalo voltou. Ele não havia sido roubado, ele havia fugido para a floresta. E não apenas isso, ele trouxera uma dúzia de cavalos selvagens consigo.
Novamente, as pessoas se reuniram e disseram: 

—" Velho, você estava certo. Não se trata de uma desgraça, na verdade provou ser uma benção."


O velho disse:

 — "Vocês estão se adiantando mais uma vez. Apenas digam que o cavalo está de volta... quem sabe se é uma benção ou não? Este é apenas um fragmento. Você lê uma única palavra de uma sentença — como pode julgar todo o livro?"


Desta vez, as pessoas não podiam dizer muito, mas interiormente sabiam que ele estava errado. Doze lindos cavalos tinham vindo...
O velho tinha um único filho, que começou a treinar os cavalos selvagens. Apenas uma semana mais tarde, ele caiu de um cavalo e fraturou as pernas. As pessoas se reuniram e, mais uma vez, julgaram. Elas disseram: 

"Você tinha razão novamente. Foi uma desgraça. Seu único filho perdeu o uso das pernas e na sua velhice ele seria seu único amparo. Agora você está mais pobre do que nunca."


O velho disse: 

— " Vocês estão obcecados por julgamento. Não se adiantem tanto. Digam apenas que meu filho fraturou as pernas. Ninguém sabe se isso é uma desgraça ou uma benção. A vida vem em fragmentos, mais que isso nunca é dado."


Aconteceu que, depois de algumas semanas, o país entrou em guerra e todos os jovens da aldeia foram forçados a se alistar. Somente o filho do velho foi deixado para trás, pois recuperava-se das fraturas. A cidade inteira estava chorando, lamentando-se, porque aquela era uma luta perdida e sabiam que a maior parte dos jovens jamais voltaria. Elas vieram até o velho e disseram: 

"Você tinha razão, velho - aquilo se revelou uma benção. Seu filho pode estar aleijado, mas ainda está com você. Nossos filhos foram-se para sempre."


O velho disse: 

" Vocês continuam julgando. Ninguém sabe! Digam apenas que seus filhos foram forçados a entrar para o exército e que meu filho não foi. Mas somente Deus sabe se isso é uma benção ou uma desgraça."


Não julgue, porque dessa maneira jamais se tornará uno com a totalidade. Você ficará obcecado com fragmentos, pulará para as conclusões a partir de coisas pequenas. Quando você julga, você deixa de crescer.
Julgamento significa um estado mental estagnado. E a mente deseja julgar, porque estar em um processo é sempre arriscado e desconfortável. Na verdade, a jornada nunca chega ao fim. Um caminho termina e outro começa: uma porta se fecha, outra se abre. Você atinge um pico, sempre existirá um pico mais alto.
Aqueles que não julgam estão satisfeitos simplesmente em viver o momento presente e de nele crescer...

Informações por E-mail:
oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  A miopia da maioria das pessoas, que se sentem diariamente obcecados pela educação dos seus filhos, qual o melhor jardim da infância, se devem preferir escolas particulares ou públicas, quais os melhores cursos pré-vestibulares, maximizando a importância das notas obtidas e das atividades extracurriculares de modo a conseguirem matricular o filho naquele colégio, naquela universidade, ad infinitiun. Depois, começam o mesmo ciclo em relação aos netos.

  Essas pessoas acham que o mundo está imobilizado no tempo e que o futuro será uma reprodução do presente.

  Se continuarmos a derrubar as nossas florestas e destruir as nossas fontes de oxigênio, o que essas crianças estarão respirando daqui a vinte ou trinta anos? Se envenenarmos nossos sistemas hidráulicos e nossos ciclos de alimentos, o que elas irão comer? Se continuarmos cegamente a produzir fluorocarbonos e outros e outros detritos orgânicos e a destruir a camada de ozônio, poderão elas  viver ao ar livre? Se superaquecermos o planeta diante algum efeito estufa, fazendo subir o nível dos oceanos, e inundarmos as nossas praias e exercemos nossa pressão excessiva sobre as falhas oceânicas e continentais, onde elas irão viver? E os filhos e netos, na China, na África, na Austrália e no resto do mundo, serão igualmente vulneráveis, pois também, vivem neste planeta. Convém pensar nisso: se, e quando reencarnarmos, seremos uma dessas crianças.

      Porque essa obsessão com prolongamento da vida? Porque desejar fazer estender nosso fim geriátrico por mais alguns anos infelizes? Porque a preocupação com níveis de colesterol, dietas de trigo integral, contagem de lipídios e exercícios aeróbicos?

  Não será mais sensato viver com alegria agora, tornar mais plenos os nossos dias, amarmos e sermos amados, do que nos preocuparmos tanto com nossa aparência física em um futuro incerto? E se não houver um futuro? E se a morte for nossa libertação para a felicidade?

  Não estou dizendo que devemos desprezar o corpo, que seja certo fumar ou beber excessivamente, usar substâncias abusivas ou ficarmos grosseiramente obesos. Essas condições nos causam dor, sofrimento e incapacidade. Mas não se preocupem tanto com o futuro. Tratem de encontrar a felicidade hoje.

  A ironia de tudo isso é que se adotarmos essa atitude e procurarmos ser felizes no presente, provavelmente viveremos mais tempo, felizes e saudáveis com harmonia.

 Informações por E-mail:oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 


 Sonhar é um direito e uma bênção. Veja aqui como usar os sonhos para tornar sua vida melhor
 Sonhar é uma capacidade da mente superior
Sonhos são alimentados por desejos, normalmente baseados em idéias que temos sobre nós mesmos. São visões que se abrem na mente humana para criar no homem a esperança.
No entanto esta capacidade mal usada pode se tornar, com o tempo, um terrível inimigo, pois instintivamente cobramos de nós mesmos a concretização de nossas idéias.
Se acreditarmos nas limitações traremos para o mundo da forma a limitação. Se acreditarmos na alegria e na prosperidade, mesmo que o mundo a nossa volta esteja nos apresentando problemas e dificuldades, teremos capacidade de criar soluções. Portanto lembre-se que o sistema de crenças de um ser humano é alimentado por ele mesmo, e não pela realidade que o cerca.
Um outro ponto bastante importante é a responsabilidade que temos sobre as nossas idéias. Se acaso pensarmos em nós mesmos como pessoas saudáveis e vitoriosas assim o seremos, pois a mente superior estará agindo alimentada por suas crenças. Devemos trabalhar pela libertação.
Pensar grande, sonhar grande.
Por outro lado não devemos, nos aprisionar ao mundo dos sonhos, pois já que vivemos na Terceira Dimensão nosso desafio será trazer para o plano físico a concretização de tudo aquilo que sonhamos.
Sonhar não é se furtar de desempenhar seu papel no mundo e na sociedade. Sonhar é acreditar que tudo é possível, e assim dar abertura para que sonhos se concretizem.
A seguir estamos colocando os direitos e deveres do sonhador:

Direitos do Sonhador:
O sonhador tem a liberdade de criar para si o mundo que desejar.
O sonhador pode ser próspero, amado e feliz.
O sonhador pode sonhar acordado.
O sonhador pode modificar seus sonhos.
O sonhador tem o direito de sonhar apenas coisas boas.
O sonhador pode apagar sonhos negativos.
O sonhador pode sonhar grande.

Deveres do Sonhador:
O sonhador deve acreditar em si mesmo.
O sonhador deve dar crédito a suas intuições.
O sonhador deve acreditar que é merecedor de todos seus sonhos.
O sonhador deve criar sonhos somente a partir de si mesmo.
O sonhador deve cuidar dos seus sonhos para que não se transformem em pesadelos.
O sonhador não deve Sonhar de forma Egoísta.
O sonhador deve ficar atento aos sonhos que acalenta.
O sonhador deve construir sonhos altruístas, onde sua felicidade será também a daqueles que o cercam.
O sonhador é responsável pelos seus sonhos.
O sonhador deve acreditar-se capaz de realizar os seus sonhos.
 

Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

"É melhor não viver que não amar”.

Todos nós, como provavelmente todos os presentes ao histórico sermão que Henry Drummond pronunciou no final do século passado, achamos que já sabemos tudo sobre a coisa mais importante do mundo: O AMOR. Passamos nossa vida buscando desesperadamente alguém que nos ame, nos sentimos generosos, verdadeiros e corretos. E chamamos a vida de injusta quando, depois de tanta busca somos obrigados a enfrentar longos períodos de solidão.

Todos nós, em algum momento, já fizemos a mesma pergunta que todas as gerações fizeram: Qual é a coisa mais importante da nossa existência?

Queremos empregar nossos dias da melhor maneira, pois ninguém mais pode viver pela gente. Então, precisamos saber para onde devemos dirigir nossos esforços, qual o supremo objetivo a ser alcançado? O Amor.

Estamos acostumados a escutar que o tesouro mais importante do mundo espiritual é a Fé. Nesta simples palavra se apoiam muitos séculos de religião. Consideramos a Fé a coisa mais importante do mundo? Pois bem, estamos errados. O Amor esta presente em tudo, para quem tem Fé, a Esperança e o Amor, entre estes três o Amor é o mais importante. Ainda que tenhamos uma Fé enorme, a ponto de transportar montes, se não tivermos Amor, nada seremos.

O Amor é a regra que resume todas as outras regras.

O Amor é o mandamento que justifica todos os outros mandamentos.

O Amor é o segredo da vida.

Podemos ainda nos perguntar, porque o Amor é mais importante que a Fé?

Porque a Fé é apenas uma estrada que nos conduz até o Amor Maior.

Podemos ainda nos perguntar, porque o Amor é mais importante que a Caridade?

Porque a Caridade é apenas uma das manifestações do Amor, sendo uma estrada utilizada pelo Amor para fazer com que um homem se una a seu próximo.

Podemos ainda decompor o Amor em seus ingredientes, que são:

Paciência: o Amor é paciente  -  Bondade: é benigno  -  Generosidade: é amor não arde em ciúmes  -  Humildade: não se sobrepõe aos outros  -  Delicadeza: o Amor e sutil e gentil  -  Entrega: não procura seus interesses  -  Tolerância: não se exaspera  -  Inocência: não se ressente do mal  -  Sinceridade: não se alegra com a injustiça, mas fica feliz com a verdade. Estes dons compõem o Amor, estão na alma do homem que quer estar no mundo próximo a Deus.

Mesmo aprendendo a conhecer alguns dos dons que compõem o Amor, não podemos dizer que sabemos o que é o Amor. O Amor jamais pode ser definido, é muito mais que a soma de todos os seus ingredientes, é uma coisa viva, palpitante, divina. Então temos que aprender a trazer o Amor para dentro de nossos corações, trabalhando a nossa vontade, para mantê-lo sempre próximo, vamos aprender com quem já aprendeu a amar, vamos esquecer todas as regras e libertar-nos para o Amor. O Amor produz Amor.

Vamos permitir que o grande objetivo de nossas vidas seja o de conseguir forças suficientes para defender esta idéia, e construir uma existência usando o Amor como principal referência.

Amor é Vida. Vamos orar. Vamos Vigiar.

 Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

Paz

 

Apesar de o mundo atual estar marcado pela violência e o desequilíbrio, viver em paz não pode ser considerado uma meta para quando o planeta, finalmente, estiver livre de tantos conflitos. A o contrario, cada um de nós deve contribuir com a própria serenidade para o processo de paz coletivo seja acelerado.

Sem dúvida não faltam conflitos ao nosso redor, e eles se alimentam uns aos outros de modo quase automático, se não estivermos atentos. Cada pessoa coloca em circulação na sociedade uma energia de encontro ou desencontro, de harmonia ou não, e isso ocorre o tempo todo.

A vida concreta é um processo elétrico, uma corrente de estímulos e reações, é governada pelo amor, que é o sentido de unidade. O mundo está cheio de conflitos, mesmo assim, viver em paz não é uma tarefa para mais tarde. Não vamos viver em paz quando o mundo estiver em paz, ao contrario, o mundo é que vai encontrar paz quando nós, estivermos em paz. Na verdade a nossa serenidade não depende das circunstâncias externas, mas as circunstâncias externas dependem da nossa serenidade.

O caminho da paz precisa ser percorrido de fato. Não basta acreditar nele em teoria e ter uma fé construída só com palavras. Cessar de fazer o mal, aprender a fazer o bem, purificar-se, está é a doutrina dos iluminados. Quando buscamos ocultar nossos erros e jogar a culpa nos outros, irradiamos conflito para o mundo, mas quando, observamos nossos erros com serenidade e retiramos deles lições úteis, somos capazes de organizar nossa vida prática em torno do centro de paz situado em nosso coração, a paz mora em nosso coração. Quando nossas emoções entram em luta, a saúde é prejudicada, se a situação se prolonga, surge a doença.

Todo o nosso corpo é inteligente, para produzir é irradiar paz para o mundo de hoje e para as pessoas  com quem nos relacionamos, devemos estar bem com o nosso centro equilibrado. Todas as células de um corpo humano colaboram incessantemente, elas formam uma pequena cadeia de ouro de luz e cooperação. É sempre aconselhável conhecer e respeitar o processo da vida em nosso próprio corpo, o desrespeito pela vida em nós é a base do desrespeito pela vida fora de nós.

“Um ser humano é como um aparelho de televisão com milhões de canais. Se nós ligamos o canal Luz, somos Luz. Se ligamos um sorriso, somos sorriso. Não podemos deixar um canal dominar-nos. Nós temos a semente de tudo em nós, e temos de assumir a situação em nossas mãos para recuperar nossa soberania”( monge Tchin Nhat).

 Informações por E-mail:oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

  Dentro da Saúde Holística, podemos ter um conceito mais amplo do que é Saúde. Partimos do princípio que todas as doenças são de fundo  PSÍQUICO NEURO BIOLÓGICO, diretamente influenciadas pelo nosso estado emocional, mental e físico. As doenças são sinais que a nossa mente manda para o nosso corpo, para nos avisar que alguma coisa não está funcionando bem, assim podemos ter a oportunidade de tratar a causa da doença.

Por exemplo uma pessoa que tem constantemente Enxaqueca, pode tomar um comprimido todos os dias para tirar a dor de cabeça, mas não deixa de ser um paliativo. O importante e descobrir a causa do problema que gera a Enxaqueca, e isso é possível com o uso das Terapias Alternativas, que nos possibilitam uma avaliação mais detalhada das energias sutis que estão por algum motivo causando este distúrbio.

E importante salientar que quando as doenças já estão  somatizadas a nível físico, ou seja quando as dores se tornam constantes,  deve-se  utilizar de todos os meios que podemos para combate-las. Nenhum tratamento substitui o outro, mas sim um se soma ao outro, sempre com o objetivo da melhor cura para a pessoa.

Por exemplo falando de um problema que afeta a todos os cabelos, principalmente na parte emocional (pela estética e aparência), temos alguns padrões energéticos como causas prováveis para: Cabelos Brancos - Estresse, deixar-se influenciar por pressão e tensão; Calvície - Medo, tensão, vontade de controlar tudo, não confia no processo da vida. O exposto e importante para que possamos entender  a correlação com a parte vibracional, mas existindo a somatização não devemos deixar de lado o tratamento localizado e especifico.

As Terapias Alternativas são vastas, mas as que uso são a Radiestesia: que me dá a condição de mensurar as vibrações existentes que influenciam uma pessoa ou o ambiente em que vive. Cromoterapia: que é a cura pelas cores, harmonizando as vibrações em desequilíbrio. Florais: essências vibracionais que atuam como remédio de fundo, buscando as emoções contidas e em desequilíbrio, equilibrando-as. Massagem Terapêutica: trabalhando nos meridianos bloqueados energeticamente, relaxando toda a musculatura, ativando e deixando a energia fluir. Orientação Terapêutica: abrindo os conceitos de equilíbrio pessoal, buscando sua essência interior para descobrir a  própria cura interior .

Quando falamos em ambientes em que vivemos, temos que entender que a nossa casa deve ser o local mais propicio para o nosso repouso e refazimento, tanto físico como mental e emocional. Assim nada melhor do que termos consciência se existe alguma vibração que interfere em nossa harmonia tanto pessoal como familiar. E preciso salientar que existem estudos muito aprofundados principalmente em países como a França, Alemanha, Estados Unidos e outros, que detalham bem a influencia energética em nossas casas é, consequentemente em nossa saúde. O mesmo se aplica para empresas, e importantíssimo que os proprietários compreendam que uma empresa energeticamente em equilíbrio, proporciona resultados positivos na produção, na harmonia entre funcionários e por conseqüência no faturamento.

Podemos dizer que a pratica das Terapias Alternativas devia ser usada e principalmente compreendida por todos, que com certeza proporcionaria uma vida mais saudável e feliz, porque nada paga a nossa Harmonia Interior proporcionando o nosso AUTO CONHECIMENTO. 

Informações por E-mail: oreste@portaleoni.com.br

SUBIR

 

 

 

 

 

 

 

Nestes últimos anos, se voltou a atenção para o estudo do efeito da tensão sobre a saúde. Todos que estudam a parte física de um ser como o público, concordam que a tensão é, de fato, grande causadora de doenças, tais com ataques de coração, pressão alta, úlceras e distúrbios nervosos.

As influências da tensão no ser humano, demonstra uma mudança no diagnóstico e na compreensão da doença, pois apresenta o fator do emocional como algo realmente prejudicial ao corpo físico. Apesar da influência da tensão ser ainda vista apenas como uma contribuição parcial  à disfunção física, o reconhecimento de que as emoções humanas, de fato, afetam a saúde física fez com que se mudasse a concepção da doença, dando-se mais importância para o principio fundamental da saúde holística: a maioria das doenças físicas resulta de uma sobrecarga de crises  emocionais, psicológicas e espirituais.

O estudo da tensão continua a mostrar fortes evidências de que as emoções influenciam a saúde. Torna-se, portanto, inevitável que as descobertas de pesquisa no sistema tradicional de cura, irão se juntar aos princípios da saúde holistica, pois ambos os campos estão descobrindo a mesma realidade: as emoções exercem influência controladora sobre o corpo físico.

Podemos dizer que as pessoas que ficam doentes se enquadram em algum tipo significativo de padrão de tensão: No primeiro há uma tensão emocional, psicológica ou espiritual não resolvida ou profundamente desgastante na vida da pessoa. Essa tensão pode tanto ser um padrão antigo vindo da infância, tal como um sentimento de rejeição ou inadequação, quanto o resultado de algum acontecimento recente em sua vida.

O segundo padrão se relaciona com o nível de controle que o pensamento negativo tem sobre a realidade da pessoa. Cada um de nós é um sistema complexo de atitudes, de experiências e de pensamentos  positivos e negativos.

O terceiro padrão que tem grande importância na doença é a incapacidade de dar e ou receber amor.

O quarto padrão que é fundamental para se criar doença é falta de humor e a incapacidade de diferenciar assuntos sérios de outros de menor importância

O quinto padrão que influencia a qualidade da saúde dia respeito ao quanto efetivamente a pessoa exercita seu poder de escolha em termos de ter controle sobre o seu ir-e-vir e sobre as atividades da sua vida.

O sexto padrão se relaciona com o quanto a pessoa atende às necessidades do corpo físico. O tipo de alimentação, atividade física, impacto de drogas ou álcool.

O sétimo padrão se relaciona com o “ vazio existencial “ou com o sofrimento causado pela falta ou perda do sentido da vida.

O oitavo padrão que é característico de pessoas que adoecem é a tendência para a negação. Uma tremenda tensão interior é criada quando a pessoa se sente incapaz de enfrentar os desafios da vida e de admitir ou conscientemente reconhecer aquilo que não está funcionando em sua vida.

Podemos concluir que cada pessoa participa diretamente, conscientemente ou inconscientemente, da criação da sua própria realidade, inclusive da sua saúde. Nesse processo de criação, usamos aquilo que está dentro de nós, que são as nossas atitudes, emoções e crenças, assim como a consciência do nosso eu espiritual.

 

Informações por E-mail:oreste@portaleoni.com.br

SUBIR